Wednesday, September 06, 2006

Os alpendres de betão da Arrábida

Arrabida - Estrada da Figueirinha
[ clique para ampliar ]
        A dispendiosa empreitada de "consolidação" da encosta sul da Arrábida, sobre a estrada que liga a Figueirinha ao Portinho, foi finalmente concluída [ver notícia]. Há quem considere uma obra notável, mas a visão da teia de redes e dos maciços "túneis" de betão (mais parecidos com "alpendres") é muito desagradável à vista. Talvez seja por isso que se pretende afastar os turistas daquelas águas: assim escusam de ver coisas tão feias...
        O movimento de contestação à abertura daquela estrada, no início do século XX, acabaria por dar origem à primeira organização ecologista portuguesa: a Liga para a Protecção da Natureza. Nos artigos que tem vindo a publicar sobre as suas férias na Arrábida, João Bénard da Costa, lamenta que a instabilidade daquela zona, agravada com os incêndios dos últimos anos, não tivesse sido aproveitado para o encerramento da estrada - uma ideia interessante.
        Mas, nesse caso, para onde iriam os veraneantes tomar banho? Uma solução possível seria a reconstituição das praias ribeirinhas de Setúbal, frente à cidade, no âmbito do Setubal-Polis. No entanto, o mais provável é que vença ali a tendência - já verificada no Parque das Nações - para se construirem ainda mais edifícios, "viabilizando" o financiamento de um-pouco-mais-de-espaço-público betonizado.
        Já em tempos se tinha sugerido que o Largo José Afonso (antigo Parque das Escolas) fosse transformado numa marina ou porto de recreio, mas também ali acabou por vencer o betão: mais uma grande praça impermeabilizada, onde se construíu um inútil auditório debaixo de um ridículo pórtico-tipo-Setenave.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home