Thursday, October 05, 2006

Citações

O assalto à dependência bancária fez disparar as referências a Setúbal na blogosfera, ultrapassando o tema "futebol", que é usualmente o mais associado à cidade, em quase todos os dias. Eis excertos de algumas das referências:


«Não tem pais ricos, não lhe saiu a lotaria, como tal.....foi ao BES»
[ 24 Horas 24 Borgas ]
«Ao que parece, o barricado não era mais do que um actor contratado pelo banco espírito santo para "assaltar" a dependência bancária de setúbal, tendo o departamente de publicidade do mesmo o objectivo de aumentar o mediatismo daquela instituição.»
[ opiniões sobre isso ]
«Ora aí está uma possível acção de marketing. Contratar um possível assaltante que assegure reféns e temos as televisões o dia todo em directo. Melhor publicidade não há, de facto.»
[ Os Ministros ]
«Apesar de o homem não poder fazer o que fez, e nitidamente ter sido uma atitude desesperada, alguém se preocupou em saber o motivo?Para quê, não é? É tão mais divertido ficar à porta do banco, de braços cruzados e a comentar, como se fosse um relato futebolístico, a polícia que não tem meios nem autoridade, o governo que não faz isto ou aquilo, ou até mesmo o verde alface do placard do banco, que mais valia era ser azul!»
[ Red Maple Leaf ]
«Se tivessem chamado o inspector Max, tinha sido tudo muito mais rápido.»
[ My Little Pink World ]
«Que motivações terá uma pessoa para sozinha assaltar um banco e fazer reféns durante tantas horas??? Em Setúbal, durante toda a tarde, não se falava de outra coisa e o desfile de carros da polícia pelas ruas da cidade também não deixava esquecer que algo se passava.»
[ Pode ser fácil ]
«Temos algo em que nos podemos orgulhar, os GOE são considerados uma das melhores polícias do mundo e, a forma como resolveram esta situação, é a prova viva disso mesmo.»
[ O prazer de não estar calado ]
« um caso daqueles que nos faz lembrar os filmes americanos.»
[ Horas de Alucinação ]
«Mas desta vez passou-se aqui. A poucos quilómetros de onde eu moro! Num ápice coloquei-me na pele dos reféns e ‘senti’ o que estavam a passar. E, se estou a escrever agora estas palavras com tanta calma, é por saber que tudo acabou bem ou estaria ainda a roer as unhas.»
[ Pópulo ]
«Enquanto isto, numa dependência Setúbal do Banco Espírito Santo, um homem continua sequestrado. O Banco exige 100 mil euros (alegadamente a título de juros e diversas taxas) para o libertar. Quanto ao capital, logo se vê...»
[ O Anónimo ]
«Numa dessas intervenções jornalistíscas viam-se os reféns a passear saudávelmente (e ainda bem) junto das janelas do Banco BES-Setúbal. Não será somente para protagonismo dos assaltantes?? Desta forma (com a intervenção de toda a comunicação social, mirones que só atrapalham quem tenta negociar a melhor saída possível) só se incentiva ao protagonismo destes sujeitos que anseiam desmedidamente por alguns minutos de fama e assim tentam chamar as atenções.»
[ Archetypu ]
«Tout c'est bien terminé la banque a été investie par la police, l'arme n'était pas chargée, l'homme voulait de l'argent pour payer le traitement médical de son fils.»
[ Carnets Lusitaniens ]
«Está a haver um assalto no bes no bairro do liceu...grande filme, e claro tinha que contecer cá em Setúbal.»
[ Live Journal ]
«Tive que vir aqui num instante só para dizer duas informações em relação ao assaltante... Não lhe saiu a lotaria e mais importante ainda, não é filho de pais ricos... 2 informações realmente importantes!!! Cá pra mim bastava dizer que aprovavam o empréstimo e o homem não fazia mal a ninguém...»
[ João Forte ]

«I live in Portugal, Setubal city to be exact, and it's a very quiet place, it's not like the United States where there's criminality everywhere... I've seen bank's being assaulted in American movies and series, but never in real life, specially not in my city. Well, today it looked like I was in one of those movies. A friend of mine told me there were four black-colored people assaulting one of the banks in the main avenue and holding four hostages, but I've discovered there was only one Brazilian with four hostages, but the worst part was that he had explosives.»
[ Boltzmann's daily events and thoughts ]
«Uma repórter da RTP1 faz um directo do local. Já tudo está calmo. Na imagem aparece, em rodapé, o nome da avenida ( Dr. António Rodrigues Manito), tal como na maioria dos directos desde ontem à tarde. Começa o directo e ouço a senhora dizer que está na Av. António Viriato, onde a polícia prendeu o assaltante que tinha uma arma mas que esta estava descarregada.»
[ Office Lounging ]

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home