Thursday, October 19, 2006

Setúbal


   António Fonseca Ferreira
   Presidente da CCDR-LVT

     [...] «Segundo Fonseca Ferreira, a Península de Setúbal foi subalternizada em termos da AML, pelas características do tipo de indústria, pela área residencial subalterna, ... mas “isto está a mudar”, disse e exemplifica com o facto de hoje já existir indústria de componentes e perspectivar-se a sua diversificação. A mudança estrutural na Península, referiu, deu-se nas acessibilidades. Mas, há a reter as impares características naturais que a conduzirão ao desenvolvimento de espaços de turismo e lazer, com a consolidação de grandes empreendimentos, sendo neste aspecto importante o Metro Sul do Tejo e o seu dimensionamento para responder ao fomento do turismo. Também na área da logística são conhecidas iniciativas e, refere, a grande plataforma logística para o Poceirão.
     «O orador enfatiza, também, o Porto de Setúbal como factor de desenvolvimento estratégico que considera subaproveitado e opina sobre a importância em ser lançada, na Península de Setúbal, uma escola de turismo de alto nível. Em torno da indústria automóvel justifica-se, diz, um pólo de competitividade.
     «Para Fonseca Ferreira, são áreas de investimento prioritário o reordenamento e qualificação dos rios Tejo e Sado e do Arco Ribeirinho Sul.
     «Por outro lado, faltando 300 milhões de euros para concluir o sistema de saneamento em alta da Península de Setúbal é importante que o Fundo de Coesão responda a esta necessidade.
     «De facto, salienta o dirigente nacional, a Área Metropolitana de Lisboa é considerada uma região rica considerando o PIB per capita mas, interroga-se e o índice de desenvolvimento humano? Porque, acrescenta, não há desenvolvimento sem coesão social, por isso, a empregabilidade e o emprego são os pilares da integração.
     «No aspecto da governabilidade, Fonseca Ferreira considera que à região tem faltado lideranças.»

in blogue Bem Comum


António Fonseca Ferreira é Presidente da CCDR-LVT e foi um dos autores do "Plano Concelhio de Setúbal", elaborado em finais dos anos 70 e que foi um dos primeiros Planos Directores Municipais do país.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home