Wednesday, November 29, 2006

Hans Christian Andersen


[ clique para ampliar ]

Poema escrito por Hans Christian Andersen, durante a sua visita a Portugal, em 1866. Trata-se de uma paráfrase de uns versos de "Os Lusíadas" ("Eis aqui, quase cume da cabeça / De Europa toda, o Reino Lusitano, / Onde a terra se acaba e o mar começa"). O documento pertence a Hugo O’Neill, cuja família acolheu H. C. Andersen durante a sua estadia em Setúbal.


Aqui, o Mapa da Europa anuncia
Que Lusitânia é sua Cabeça pomposa,
Aqui a Terra acaba, o Mar aqui começa,
Onde o Sol descansa, para o Brilho e o Poder.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home