Thursday, November 27, 2008

fotografia alojada em www.flickr.com
[ clique para ampliar ]

O conceito geral do Setúbal Polis era o de fazer uma pequena revolução urbanística na zona ribeirinha de Setúbal: reordenando toda aquela área, criando espaço público de qualidade e colocando equipamentos de referência. Uma das ideias mais interessantes era a de abrir uma larga via pedonal desde a Praça do Bocage até ao rio, o que implicaria a deslocação do "Pingo Doce", por exemplo. Tudo isso foi esquecido e omitido, até pelos que se têm apresentado a contestar o projecto, hoje quase resumido à avenida Luisa Todi. As obras que foram agora realizadas, demolindo velhos edifícios que dividiam a zonha ribeirinha transversalmente, é apenas uma pequena mostra do que se pretendia. Em todo o caso, é um passo positivo na modernização daquela zona.

2 Comments:

At 1:26 pm , Blogger Menina_marota said...

Guardo imagens de Setúbal e de momentos muito felizes aí passados.

Do peixe fresco, do marisco e dos parques de campismo. Tenho em memória um dos Natais mais felizes da minha Vida, passado num parque de campismo, onde nem o meu cão faltou.

Grata por me fazer relembrar estes momentos.

;)

 
At 6:42 pm , Blogger albarquel said...

Quando me explicaram o programa pólis para Setúbal,confesso que fiquei contente e me pareceu uma iniciativa óptima no sentido de revitalizar a avenida e a frente ribeirinha. No entanto, à medida que o tempo foi avançando, foram-se excluindo obras e obras até que sobraram três: parte da obra que está a ser feita na Av. Luisa Todi, o parque urbano da Albarquel, e o largo José Afonso. A Av. Luisa todi, é esperar para ver, porque ainda não está concluida. No entanto, já há aspectos de gosto e utilidade bastante questionável. O largo José Afonso..palavras para quê. Talvez o único projecto que se aproveite seja mesmo o parque urbano da albarquel.

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home